Tradução Juramentada de documentos para casamento de estrangeiro no Brasil

O casamento de estrangeiros no Brasil é possível tanto entre dois estrangeiros ou entre estrangeiro e brasileiro. Os estrangeiros não precisam ser residentes no Brasil, podendo se casar somente com visto de turista. 
Todos os documentos em idioma estrangeiro deverão ser legalizados (no país estrangeiro), traduzidos por tradutor juramentado e registrados no Cartório de Títulos e Documentos. Se o estrangeiro não souber falar português, deverá estar presente na cerimônia um tradutor juramentado. Segue informação detalhada da documentação e processos necessários para casamento de estrangeiro no Brasil.

Documentos para casamento no Brasil de estrangeiro solteiro

Certidão de Nascimento
A certidão de nascimento original do nubente estrangeiro(a), por ser em língua estrangeira, precisa ser primeiro legalizada, depois traduzida por tradutor juramentado para o português e finalmente registrada no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do nubente brasileiro(a). 
Caso o país de origem do estrangeiro seja signatário da Convenção da Apostila de Haia, essa legalização é feita em órgãos autorizados no país de nascimento. Caso o noivo estrangeiro tenha nascido em um país não signatário da Convenção da Apostila de Haia, a legalização da certidão de nascimento deve ser feita na repartição consular brasileira (embaixada ou consulado) no país de origem dele. O passo a passo do procedimento para esse tipo de legalização de documento público estrangeiro geralmente está detalhado nos sites dessas repartições. Para saber se o país de origem do nubente estrangeiro é ou não signatário da Convenção da Apostila de Haia clique aqui.
Após legalizar essa certidão de nascimento na autoridade competente, é necessário fazer a tradução juramentada do documento legalizado para o português no Brasil. A tradução juramentada da certidão de nascimento pode ficar entre R$ 80,00 / R$ 120,00 e fica pronta num prazo de 1 até 3 dias úteis. Para começar o processo de tradução, por favor envie a certidão digitalizada para info@juramentada.com e retornaremos com a confirmação do orçamento e prazo sem compromisso. 
Após fazer a tradução, dirija-se ao Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência para registrar o documento traduzido. Feito isso, a certidão de nascimento do nubente estrangeiro(a) estará pronta para ser anexada ao processo de habilitação de casamento.

Declaração de Estado Civil (ou de Solteiro) ou Declaração Consular  
Nessa declaração deve constar o estado civil, o domicílio, a residência atual, o local e a data de nascimento, filiação e atestado de que não há impedimentos para casar. É preciso verificar no cartório onde o casamento será celebrado o tipo de declaração de solteiro ou de estado civil que eles exigem, porque pode ser uma declaração simples feita no mesmo cartório ou uma declaração oficial que precisa ser solicitada no exterior ou consulado/embaixada do nubente estrangeiro. Alguns Consulados no Brasil já emitem a declaração em português e nesse caso não será necessária a tradução juramentada do documento. Se a certidão é emitida em língua estrangeira, precisa ser primeiro legalizada, depois traduzida por tradutor juramentado para o português e finalmente registrada no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do nubente brasileiro(a). O procedimento, preços e prazos são similares aos da certidão de nascimento. Para dar inicio ao processo de tradução juramentada, envie o documento para info@juramentada.com

Passaporte (parte da identificação mais o visto válido). 
 Alguns cartórios aceitam o passaporte sem tradução juramentada, sugerimos consultar diretamente com o cartório onde celebrarão o casamento. A tradução juramentada do passaporte fica R$ 60,00.

Documentos para casamento no Brasil de estrangeiro divorciado

Certidão de Casamento com averbação do Divórcio ou Certidão de Divórcio 
A certidão de casamento averbada e/ou a certidão de divórcio original do noivo estrangeiro, por serem em língua estrangeira, precisam ser legalizadas, traduzidas por tradutor juramentado para o português e registradas no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do nubente brasileiro(a). 
Caso o país de origem do estrangeiro seja signatário da Convenção da Apostila de Haia, essa legalização é feita em órgãos autorizados no país de nascimento. Caso o noivo estrangeiro tenha nascido em um país não signatário da Convenção da Apostila de Haia, a legalização da certidão de nascimento deve ser feita na repartição consular brasileira (embaixada ou consulado) no país de origem dele. O passo a passo do procedimento para esse tipo de legalização de documento público estrangeiro geralmente está detalhado nos sites dessas repartições. Para saber se o país de origem do nubente estrangeiro é ou não signatário da Convenção da Apostila de Haia clique aqui. 
Após legalizar essa certidão de casamento com averbação de divórcio na autoridade competente, é necessário fazer a tradução juramentada do documento legalizado para o português no Brasil. A tradução juramentada da certidão de casamento averbada pode ficar entre R$ 80,00 / R$ 120,00 e fica pronta num prazo de 1 até 3 dias úteis. Para começar o processo de tradução, por favor envie a certidão digitalizada para info@juramentada.com e retornaremos com a confirmação do orçamento e prazo sem compromisso. 
Após fazer a tradução, dirija-se ao Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência para registrar o documento traduzido. Feito isso, a certidão do nubente estrangeiro(a) estará pronta para ser anexada ao processo de habilitação de casamento.

Declaração de Estado Civil (ou de Solteiro) ou Declaração Consular
Nessa declaração deve constar o estado civil, o domicílio, a residência atual, o local e a data de nascimento, filiação e atestado de que não há impedimentos para casar. É preciso verificar no cartório onde o casamento será celebrado o tipo de declaração de solteiro ou de estado civil que eles exigem, porque pode ser uma declaração simples feita no mesmo cartório ou uma declaração oficial que precisa ser solicitada no exterior ou consulado/embaixada do nubente estrangeiro. Alguns Consulados no Brasil já emitem a declaração em português e nesse caso não será necessária a tradução juramentada do documento. Se a certidão é emitida em língua estrangeira, precisa ser primeiro legalizada, depois traduzida por tradutor juramentado para o português e finalmente registrada no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do nubente brasileiro(a). O procedimento, preços e prazos são similares aos da certidão de nascimento. Para dar inicio ao processo de tradução juramentada, envie o documento para info@juramentada.com

Passaporte (parte da identificação mais o visto válido). 
 Alguns cartórios aceitam o passaporte sem tradução juramentada, sugerimos consultar diretamente com o cartório onde celebrarão o casamento. A tradução juramentada do passaporte fica R$ 60,00. 

Carta de Sentença de Partilha de Bens havidos no matrimônio anterior
Por ser em língua estrangeira, precisam ser legalizadas, traduzidas por tradutor juramentado para o português e registradas no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do nubente brasileiro(a). Enquanto não fizer o inventário e der a partilha dos bens aos herdeiros, os noivos estarão obrigados a contrair o novo matrimônio sob o regime da separação legal de bens, 

Documentos para casamento no Brasil de estrangeiro viúvo

Certidão de Casamento  
Por ser um documento emitido em língua estrangeira, precisa ser legalizada, traduzida por tradutor juramentado para o português e registrada no Cartório de Títulos e Documentos. Caso o país de origem do estrangeiro seja signatário da Convenção da Apostila de Haia, essa legalização é feita em órgãos autorizados no país de nascimento. Caso o noivo estrangeiro tenha nascido em um país não signatário da Convenção da Apostila de Haia, a legalização da certidão de nascimento deve ser feita na repartição consular brasileira (embaixada ou consulado) no país de origem dele. O passo a passo do procedimento para esse tipo de legalização de documento público estrangeiro geralmente está detalhado nos sites dessas repartições. Para saber se o país de origem do nubente estrangeiro é ou não signatário da Convenção da Apostila de Haia clique aqui. 
Após legalizar essa certidão de casamento na autoridade competente, é necessário fazer a tradução juramentada do documento legalizado para o português no Brasil. A tradução juramentada da certidão de casamento averbada pode ficar entre R$ 80,00 / R$ 120,00 e fica pronta num prazo de 1 até 3 dias úteis. Para começar o processo de tradução, por favor envie a certidão digitalizada para info@juramentada.com e retornaremos com a confirmação do orçamento e prazo sem compromisso. 
Após fazer a tradução, dirija-se ao Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência para registrar o documento traduzido. Feito isso, a certidão do nubente estrangeiro(a) estará pronta para ser anexada ao processo de habilitação de casamento.

Certidão de óbito
O procedimento é similar ao detalhado para a certidão de casamento, também precisa ser legalizada, traduzida por tradutor juramentado para o português e registrada no Cartório de Títulos e Documentos. A tradução juramentada da certidão de óbito pode ficar entre R$ 80,00 / R$ 120,00 e fica pronta num prazo de 1 até 3 dias úteis. Para começar o processo de tradução, por favor envie a certidão digitalizada para info@juramentada.com e retornaremos com a confirmação do orçamento e prazo sem compromisso.

Declaração de Estado Civil (ou de Solteiro) ou Declaração Consular
Nessa declaração deve constar o estado civil, o domicílio, a residência atual, o local e a data de nascimento, filiação e atestado de que não há impedimentos para casar. É preciso verificar no cartório onde o casamento será celebrado o tipo de declaração de solteiro ou de estado civil que eles exigem, porque pode ser uma declaração simples feita no mesmo cartório ou uma declaração oficial que precisa ser solicitada no exterior ou consulado/embaixada do nubente estrangeiro. Alguns Consulados no Brasil já emitem a declaração em português e nesse caso não será necessária a tradução juramentada do documento. Se a certidão é emitida em língua estrangeira, precisa ser primeiro legalizada, depois traduzida por tradutor juramentado para o português e finalmente registrada no Cartório de Títulos e Documentos da cidade de residência do nubente brasileiro(a). O procedimento, preços e prazos são similares aos da certidão de nascimento. Para dar inicio ao processo de tradução juramentada, envie o documento para info@juramentada.com

Passaporte (parte da identificação mais o visto válido). 
Alguns cartórios aceitam o passaporte sem tradução juramentada, sugerimos consultar diretamente com o cartório onde celebrarão o casamento. A tradução juramentada do passaporte fica R$ 60,00.

Informação importante:

Para saber exatamente qual é a documentação necessária que o noivo(a) estrangeiro(a) deverá apresentar para casar com um brasileiro(a) no Brasil, é preciso ir ao cartório da comarca onde o noivo(a) brasileiro(a) reside e perguntar detalhadamente o que é necessário providenciar, como e porquê. Vale lembrar que cada cartório difere um pouco do outro em relação às exigências e documentação solicitada, mas a base é a mesma, o que muda é um detalhe aqui e outro ali. Por exemplo, há muitos cartórios que solicitam, que o noivo estrangeiro tenha CPF e outro não. Recomendamos sempre verificar no cartório o que eles solicitam exatamente para não perder tempo e dinheiro coletando documentos desnecessários. 

No caso do estrangeiro portador do documento de identificação brasileiro “RNE”, esse substituirá o passaporte, devendo o noivo apresentar o “RNE” junto com o CPF e comprovante de residência brasileiro. Recomendamos sempre verificar no cartório.

Se o estrangeiro não souber falar português, deverá estar presente, na cerimônia e em todas as fases do processo, um tradutor juramentado. Para contratar o serviço de interpretação em cartório envie um e-mail para info@juramentada.com ou entre em contato ao +55 21 998973397